Beleza. Dietas, Moda, Saúde e Bem-estar.

Ervilha – Calorias, Benefícios, Sopa, Cozida, Tipos, Porções e Dicas

0

Ervilhas

Calorias da Ervilha – Sopa, Cozida, Tipos, Porções e Dicas

A ervilha é um ingrediente que pode aparecer em diversas preparações culinárias: tortas, bolos salgados, pizzas, saladas, refogados, sopas, omeletes, macarrão, croquetes, bolinhos, molhos e patês.

O alimento, que é classificado como uma leguminosa, é fonte de nutrientes como proteínas, fibras, carboidratos, potássio, vitamina A, vitamina B6, vitamina C, vitamina E, cálcio, ferro, fósforo, cobre e magnésio.

O grão ainda está associado a uma série de benefícios que inclui o auxílio à saúde cardiovascular, ao fortalecimento dos ossos, à saúde da visão, ao fortalecimento do sistema imunológico e ao funcionamento do intestino.

As calorias da ervilha 

Para quem busca ter uma alimentação saudável, controlada e sem exageros, saber as calorias das comidas e pratos que consome é importante. Em relação às calorias da ervilha, precisamos entender que os valores podem variar com o tipo e a forma de preparo da leguminosa.

É por isso que preparamos uma lista com informações sobre as calorias da ervilha, de acordo com as suas diferentes variedades. Confira a seguir:

Calorias da ervilha em conserva 

Sabe aquelas ervilhas em conserva que vem em latinhas, embalagens ou pacotinhos que achamos facilmente no supermercado? Pois bem, em uma porção equivalente a uma xícara de chá do produto é possível encontrar 114 calorias.

Com isso, conclui-se que há aproximadamente 87 calorias em uma porção de 100 g da leguminosa, ao mesmo tempo em que existem em torno de 11 calorias em uma colher de sopa do alimento.

Calorias da ervilha congelada

Também é possível adquirir a versão congelada da leguminosa que, por sua vez, apresenta 110 calorias a cada porção equivalente a uma xícara. Enquanto isso, 100 g da leguminosa congelada carregam 77 calorias.

Já uma colher de sopa com cerca de 12 g do produto traz aproximadamente 9,4 calorias e a embalagem completa com 285 g de ervilhas congeladas possui 219 calorias.

Calorias da ervilha-torta

Essa é uma variedade da ervilha que é utilizada quando a vagem ainda está verde. Originária da Ásia, ela possui um sabor mais suave e doce do que a ervilha comum e é oriunda de vagens planas e finas. Ela pode ser consumida crua ou doce, porém, o seu sabor adocicado fica mais acentuado quando ela é cozida. 

Em uma colher de sopa com 12 g de ervilha-torta é possível encontrar 12 calorias. Por sua vez, uma porção de 100 g da leguminosa traz 101 calorias, ao mesmo tempo em que uma xícara com aproximadamente 200 g da variedade da ervilha é composto por 198 calorias.

Calorias da ervilha verde partida 

Também conhecida pelo nome de ervilha seca, esta variedade da ervilha verde é descascada e partida ao meio. Isso faz com que o seu processo de cozimento aconteça de maneira mais rápida.

Uma porção de uma xícara de ervilha verde partida industrializada apresenta 418 calorias. Com isso, 100 g do produto contêm em torno de 343,5 calorias e uma colher de sopa com 12 g da leguminosa possui aproximadamente 21 calorias.

Calorias da ervilha cozida 

Uma xícara com cerca de 165 g de ervilhas congeladas, enlatadas ou frescas cozidas apresenta 167 calorias. Já uma porção de 100 g do mesmo alimento é composta por 101 calorias, enquanto uma colher de sopa com 12 g da leguminosa cozida contém 12,2 calorias.

Calorias da ervilha fresca 

Uma xícara de chá com 130 g de ervilha fresca tem 116 calorias. Assim, uma porção de 100 g do alimento apresenta aproximadamente 89,25 calorias e uma colher de sopa com 12 g do alimento é composta por cerca de 10,7 calorias.

Calorias da ervilha fresca congelada 

A versão congelada da ervilha fresca traz em torno de 12,65 calorias em uma colher de sopa rasa e cerca de 21,35 calorias em uma colher de sopa cheia. Por sua vez, uma porção equivalente a uma xícara de chá do produto apresenta aproximadamente 256 calorias, enquanto 100 g da leguminosa fresca e congelada têm 79 calorias.

Calorias da sopa de ervilha 

Uma ótima opção para ser consumida nos dias mais frios, uma xícara de sopa de ervilha contém 165 calorias. Além disso, é possível encontrar 66 calorias em uma porção de 100 g da receita, enquanto existem aproximadamente oito calorias em uma colher de sopa com 12 g da sopa de ervilha.

Os valores calóricos foram dados conforme informações do banco de dados a respeito de calorias de alimentos chamado Fat Secret. Entretanto, é importante saber que as quantidades podem variar conforme os ingredientes utilizados no preparo da receita da sopa de ervilha.

Calorias do creme de ervilha

A versão industrializada do creme de ervilha apresenta aproximadamente 60 calorias a cada 100 g. Com isso, uma porção de uma colher de sopa com 12 g do produto contém em torno de 7,2 g e uma xícara de chá com 240 g do ingrediente contém cerca de 144 calorias.

Calorias do creme de ervilha seca

Há ainda o creme de ervilha seca, também industrializado, que oferece 57 calorias a cada porção de 100 g. Desta maneira, o produto contém aproximadamente 6,9 calorias em uma colher de sopa com 12 g e 136,8 calorias em uma porção equivalente a uma xícara de chá.

12 Benefícios da Ervilha – Para Que Serve e Propriedades

Saladas e pratos frios sempre se tornam mais atrativos com uma coloração de destaque e ingredientes de poucas calorias. A ervilha pode ser incorporada em saladas, mas também em receitas quentes, e não prejudicam os resultados esperados de sua dieta, muito pelo contrário, ela ainda pode, com suas propriedades, contribuir para que você fique de olho na sua saúde. Pode ser difícil de acreditar que um alimento tão pequeno contém tantos nutrientes e pode ser tão conveniente com uma alimentação saudável, por isso, conhecer os benefícios da ervilha pode ser o pontapé inicial para impulsionar sua saúde e boa forma. Vamos entender para que serve a ervilha e como pode aproveita-la na sua alimentação.

Propriedades da ervilha

O cultivo da ervilha é simples, o que leva muitas pessoas a cultivarem em sua própria casa. O custo é um dos contribuintes da escolha pela ervilha, mas aqueles que se dedicam a uma colheita, devem saber que elas se adaptam facilmente ao clima frio, mas não resistindo a temperaturas muito elevadas. Essa hortaliça é uma das principais e mais antigas, o que pode justificar sua presença em inúmeras receitas. Elas podem auxiliar no equilíbrio do colesterol, gordura e sódio. Ao consumir cerca de 1 xícara de ervilhas, você estará ingerindo até 8,5 gramas de proteínas.

É importante saber para que serve a ervilha, pois os seus benefícios podem garantir ação antioxidante, envolvendo ações positivas não só para a estética, mas principalmente para a saúde geral do organismo.

Informações nutricionais da Ervilha

Porção de 100g

Energia 81 calorias
Carboidratos 14,5 g
Proteínas 5,4 g
Gorduras 0,4 g
Fibras 5,1 g

Ervilha natural x ervilha em lata

Há diversos fabricantes que oferecem opções simples de preparo para as refeições. A ervilha pode ser encontrada em versões enlatadas, mas estas possuem mais conservantes, os quais comprometem os valores nutricionais, a fim de possibilitar aparência mais atrativa para o alimento. É importante destacar que deve-se priorizar o consumo da ervilha natural, pois esta oferece menos influencias negativas sobre a saúde. As versões naturais também possuem maior teor proteico, vitaminas e minerais.

Benefícios da ervilha – Para que serve e propriedades

Veremos a seguir para que serve a ervilha, entendendo suas principais propriedades para boa forma e saúde.

1- Controle de peso

A ervilha contribui com efeito antioxidante, mas ela também não oferece grandes riscos para a sua dieta, já que a porção de 1 xícara possui em média 100 calorias, e baixo índice glicêmico. A hortaliça também não oferece riscos às suas medidas, pois ela contém baixo teor de gorduras, e nutrientes como ômega-03, betacaroteno, minerais, e até mesmo vitaminas de complexo B, C e E.

2- Prevenção de doenças cardíacas

O desequilíbrio de pressão arterial e funcionamento geral do coração pode ser prevenido com o auxilio e ingestão regular de ervilhas. Elas podem agir com efeito anti-inflamatório e antioxidante, os quais auxiliam na eliminação de células mortas e favorecem o fluxo sanguíneo. Alguns elementos como o Zinco e vitaminas de complexo B, homocisteína e ácido fólico podem prevenir estresse oxidativo e inflamações, preservando a saúde das paredes dos vasos sanguíneos, e reduzindo a possibilidade de ocorrência de doenças cardíacas. A luteína pode exercer função significativa, já que a porção de 3,6, encontrada nas ervilhas, pode favorecer com a saúde do seu coração. O controle sobre os níveis de colesterol é importantíssimo para a prevenção de doenças cardíacas, e a niacina contida nas ervilhas ainda pode auxiliar nesse controle, reduzindo o teor de triglicerídeos, induzindo à redução do LDL, e aumento de HDL.

3- Visão saudável

A Luteína também é um dos principais ingredientes que favorecem a saúde dos olhos, demonstrando mais um dos benefícios da ervilha. A luz que incide sobre o olho pode ser filtrada, evitando consequências à região macular da retina. Indica-se o consumo médio diário de 10 mg de Luteína, já que o corpo não possui a habilidade de produzi-la naturalmente. A contribuição da ervilha pode evitar até a perda da visão, se seu consumo for conciliado com diversos hábitos saudáveis e convenientes para a saúde dos olhos.

4- Sistema imunológico forte

Manter o corpo fortalecido é importante não só para a saúde, mas para a continuidade do bom rendimento nas atividades físicas, já que seu nível energético será utilizado de forma funcional durante todo o treino. Tanto Cozidas quanto cruas, as ervilhas podem fornecer porções interessantes de vitamina C, uma das grandes responsáveis pela saúde do sistema imunológico, além de apoiar a absorção de Ferro. A vitamina K também pode agir de forma positiva para o fortalecimento do corpo.

5- Sistema nervoso favorecido

Os minerais podem justificar diversos dos benefícios da ervilha, e o sistema nervoso também pode ser favorecido. Dentre os principais contribuintes, podemos destacar 62 mg de Magnésio que pode ser encontrado em uma xícara de ervilhas, Fósforo, Ferro, Zinco, e muito mais.

6- Mais músculos

As ervilhas podem ser reconhecidas como fornecedoras de proteínas, nutriente muito conveniente para aqueles que buscam construção muscular. As proteínas contidas nas ervilhas se mostram superiores às proteínas encontradas em suplementos industrializados.

7- Ossos fortes

Dentre as diversas contribuições, as ervilhas ainda podem fornecer Cálcio, mineral importante para a saúde e fortalecimento de ossos, dentes e unhas. A hortaliça ainda é rica em vitamina K, a qual auxilia na indução do Cálcio aos ossos. A estrutura ainda pode ser fortalecida com efeito preventivo contra osteoporose, que é justificado pela presença das vitaminas de complexo B.

8- Proteção contra o câncer

Os fitonutrientes contidos na ervilha são os principais responsáveis por esse benefício. Elas contêm quantidades significativas de polifenois, os quais auxiliam na proteção do corpo. Recomenda-se a porção diária de 2 mg, enquanto uma porção de ervilhas pode oferecer 10 mg, valor muito superior ao recomendado para a obtenção de resultados positivos.

9- Anti-envelhecimento

Com o avanço da idade, o uso de cremes rejuvenescedores e que retardam os efeitos temporais é cada vez mais comum. A adoção de cuidados estéticos pode ser substituída pelos benefícios da ervilha, já que eles são convenientes para agir contra inflamações e melhorar a coagulação do sangue. Outros contribuintes contidos na ervilha, que agem contra o envelhecimento são as vitaminas C e E, ômega-3, Zinco, ácidos fenólicos, alfa e betacaroteno, flavonoides, polifenois e muito mais.

10- Prevenção contra Alzheimer

É importante ressaltarmos que os benefícios da ervilha não são os principais agentes para prevenção de doenças, mas se ela for incorporada a uma alimentação e estilo de vida saudável, pode impulsionar a um melhor estado de saúde. As ervilhas contêm vitamina K, as quais são indicadas para evitar diversas doenças, como artrite, e principalmente, o Alzheimer, que tem se tornado mais comum, se comparado há anos atrás. A inserção das ervilha nas refeições pode contribuir contra o agravamento de lesões neuronais, agindo a favor de maiores consequências sobre a perda de memória.

11- Prevenção e auxilio do tratamento da diabetes tipo 2

Sabendo que a alimentação de quem tem diabetes é um tanto quanto restrita, descobrir um alimento conveniente para o seu cardápio é até motivador. Os benefícios da ervilha podem ser argumentos favoráveis, já que possui índice glicêmico baixo, além de ser um excelente fornecedor de proteínas e fibras. Os efeitos sobre a resistência de insulina são resultantes da ação dos componentes anti-inflamatórios e antioxidantes.

12- Ajuda o funcionamento do intestino

Muitas pessoas que estão em dieta lidam com desconfortos estomacais, os quais são consequência do funcionamento intestinal irregular. Esse problema retarda o processo digestório e eliminação de toxinas, por isso, é válido ter conhecimento de que os benefícios da ervilha podem agir preventivamente contra essas consequências, graças à porção de fibras oferecidas.

Fonte: Mundo Boa Forma

Fontes para o artigo:

 

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.